Notícia

29 de Jul de 2019 | 14:58h

MG tem mais de 170 cidades em situação de emergência por seca e estiagem

A condição é observada principalmente na Região Norte do estado e nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Minas Gerais tem 172 cidades em situação de emergência por conta de estiagem e seca, segundo levantamento da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil divulgado nesta segunda-feira (22). A condição é observada principalmente na Região Norte do estado e Vale do Jequitinhonha.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Januária, por exemplo, a última chuva registrada foi em 14 de abril. “Em cidades como Espinosa, Monte Azul e Montalvânia, a estação seca começa mais cedo”, explicou Anete Fernandes.

 

Pelo menos dez cidades atendidas pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) enfrentam rodízio e racionamento. São elas:

 

 

  • Águas Vermelhas
  •  
  • Belo Oriente ( Bom Jesus do Bagre, Perpétuo Socorro e São Sebastião de Braúna)
  •  
  • Capitão Enéas
  •  
  • Cristália
  •  
  • Divisa Alegre
  •  
  • Nova Módica
  •  
  • Pedra Azul
  •  
  • Taiobeiras
  •  
  • Urucânia (Bom Jesus de Cardosos)
  •  

 

 

O Vale do Jequitinhonha enfrenta o problema da seca há décadas, principalmente em decorrência do desmatamento crescente.

O Vale do Jequitinhonha enfrenta o problema da seca há décadas, principalmente em decorrência do desmatamento crescente.

Ainda segundo Anete Fernandes, meteorologista do Inmet, historicamente, a chuva começa a voltar na Região Norte em outubro. Neste mês, no ano passado, 102 cidades estavam em situação de emergência em Minas Gerais


Voltar para home
Feito com para você
Produzido pela Rádio na NET