Notícia

29 de Jul de 2019 | 15:37h

Criminosos explodem agência bancária em Virgem da Lapa

No início de fevereiro, uma outra agência bancária da cidade foi alvo de assaltantes.


Entrada da agência do Bradesco ficou destruída.

Uma agência do Bradesco foi explodida em Virgem da Lapa, no Vale do Jequitinhonha (MG) na madrugada deste domingo (08).
O crime aconteceu na região central da cidade. A quantia roubada não foi divulgada.

Segundo a PM, não ocorreram prisões e os bandidos estão sendo procurados.
Moradores contaram que ouviram  três explosões durante a ação. A entrada e o interior da  agência ficaram  completamente destruídas. No local havia apenas um caixa eletrônico. Com as explosões, documentos da agência foram lançados para fora do prédio. Os móveis também ficaram destruídos.

O grupo. fortemente armado chegou ao local em duas motos e um carro. De acordo  com  moradores da região, ocorria uma festa bem próximo ao local, na praça principal da cidade, e mesmo assim os bandidos agiram.

Na manhã deste domingo, cerca de seis equipes da polícia fazem rastreamento pela região para encontrar os criminosos, que teriam fugido pela BR-367; que corta a cidade. Segundo a PM, câmeras de casas vizinhas filmaram a ação, e serão usadas para descobrir a autoria do crime. Pelo menos 5 criminosos participaram do assalto.

Esta é a segunda agência bancária atacada por criminosos naquele município de cerca de 14 mil habitantes e a 590 km de Belo Horizonte. A cidade possui ainda um posto do Banco do Brasil, que funciona como uma espécie de agência postal, com operações limitadas. A população está se deslocando até à cidade de Araçuai, a 37 km para atendimento.


Com a explosão documentos da agência foram lançados na rua.


Em fevereiro ataque foi à agência do Itaú que ainda não foi reaberta.

Na madrugada do dia 3 de fevereiro, por volta das 2h30m, cinco indivíduos encapuzados e fortemente armados explodiram a Agência do Banco Itaú naquela cidade.
Segundo a Polícia Militar, os indivíduos chegaram em um Ford KA, placa não identificada e portando pistolas 9mm, submetralhadora com mira a laser e uma escopeta calibre 12.

Durante a ação, um integrante da quadrilha realizou dois disparos contra uma Toyota Hilux, cor prata que passava pelo local na hora do ataque danificando o para-brisas, o vidro da porta do lado do passageiro e o pneu. Os estilhaços dos vidros chegaram a lesionar o braço de uma passageira no veículo.

De acordo com a gerência os bandidos conseguiram levar a quantia de R$ 412 em moedas, que estava em um pequeno cofre. Os dois cofres principais, onde haviam grandes quantias em dinheiro, não foram arrombados e nem os três caixas eletrônicos foram explodidos ou danificados.

Em seguida, alguns dos indivíduos seguiram em direção ao calçadão (baixinha), onde fizeram três reféns, as vítimas A. B. C, que trabalha como vigilante de rua, o 2º Sargento do Exército Brasileiro A. F., e o açougueiro L. C. A., sendo estes liberados assim que os autores fugiram.

Ficou constatado através das imagens de segurança, que durante esta ação os indivíduos efetuaram muitos disparos em via pública e em lâmpadas de postes próximos.( via portal VDL).

Fonte: Gazeta de Araçuai


Voltar para home
Feito com para você
Produzido pela Rádio na NET